Inkscape

Inkscape 0.48.2

Faça desenho vetorial grátis e com múltiplos recursos

O InkScape é um editor de vetores muito versátil e com todo tipo de ferramentas organizadas em uma única janela. Uma ótima alternativa gratuita para o mundo dos vetores. Ler descrição completa

PRÓS

  • Variedade de funções para edição
  • Compatível com diversos formatos

CONTRAS

  • Visual pouco atraente

Excelente
9

O InkScape é um editor de vetores muito versátil e com todo tipo de ferramentas organizadas em uma única janela. Uma ótima alternativa gratuita para o mundo dos vetores.

Para criar desenhos vetoriais é necessário ter muita criatividade, dominar técnicas básicas de artes plásticas e ter um bom programa de edição, isto é, o Inkscape.

Entre as opções de praxe do Inkscape estão as ferramentas para 3D, compatibilidade para trabalhar por layers, desenhar e escrever à mão livre e muito mais.

Mesmo sem templates nem modelos prontos, o Inkscape é comparável apenas ao Adobe Illustrator. Se desenho é sua paixão e você trabalha com vetores, vale a pena provar o InkScape.

Inkscape

Download

Inkscape 0.48.2

— Opinião usuários — sobre Inkscape

  • rangeldeandrade

    por rangeldeandrade

    "Fácil, ágil e com resultado profissional"

    Um programa excelente com fácil interface e resultado profissional. Mais.

    escrito em 14 de junho de 2014

  • Sakaki San

    por Sakaki San

    "Nem tudo que é bom precisa ser comprado!"

    Excelente programa para criação e manipulação SVG. Com o devido domínio de suas ferramentas o usuário pode produzir dese... Mais.

    escrito em 23 de maio de 2012

  • dlourdes

    por dlourdes

    "nota 1000"

    É necessario,um programa de qualidade como esse,pois ajuda muito nas nossas terefas do dia-á dia que é tão corrida.Parb... Mais.

    escrito em 13 de fevereiro de 2011

  • Rafael PS

    por Rafael PS

    "Sinceramente pra mim esse Inkscape é o melhor!!!"

    não tenho nem muito oq falar, simplismente o melhor entre todos os editores vetoriais, eu achava ele difícil até q um di... Mais.

    escrito em 20 de dezembro de 2009